Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Biblio Tubers

Pensamos a escola como sistema aberto, capaz de refletir a sociedade e de responder aos desafios contemporâneos. Acreditamos no poder da partilha e das redes.

Biblio Tubers

Pensamos a escola como sistema aberto, capaz de refletir a sociedade e de responder aos desafios contemporâneos. Acreditamos no poder da partilha e das redes.

O que há de novo para o ano letivo 2022/23?

Pouco...

Setembro 05, 2022

pexels-vinta-supply-co-_-nyc-842963.jpegFoto de Vinta Supply Co.

 

Após um ano letivo atípico, que levou ao extremo os docentes e técnicos que povoam as escolas, tínhamos algumas expetativas para o ano letivo 22/23, tendo em conta balanços, provas de aferição e exames, estudos, orçamentos públicos. Mas não aconteceu quase nada.

O sumário da Resolução do Conselho de Ministros n.º 66/2022 de 22 de julho ilustra bem a política de continuidade, pois esta resolução "Prorroga as ações específicas do Plano 21|23 Escola+. E como tal " determina-se a manutenção, por mais um ano letivo, das ações específicas «2.1.1 — reforço extraordinário de docentes», «2.1.2 — reforço dos planos de desenvolvimento pessoal, social e comunitário» e «2.1.3 — reforço das equipas multidisciplinares de apoio à educação inclusiva», previstas no Plano 21|23 Escola+, e define-se a realização da segunda edição do estudo amostral das aprendizagens" (Resolução do Conselho de Ministros n.º 66/2022).

O que significa isto para as escolas?

Essencialmente, que podem dar continuidade ao Plano do ano passado, sem grandes alterações. Aconselhamos, contudo, a que haja um olhar crítico, tendo em conta uma avaliação do impacto das medidas implementadas na escola, no ano transato. O que funcionou? O que pode ser melhorado? O que não funcionou de todo?

Para esta reflexão, os professores deverão ter em conta dois pressupostos essenciais:

 

1.º O foco tem de ser sempre a aprendizagem dos alunos.

 

O Biblio Tubers já abordou este tema em

Aprender. Por quê, para quê e como? | a propósito da recuperação de aprendizagem, uma proposta de ação

  • "E para isso é preciso voltar "ao básico". Ler, compreender o que se lê, inferir, atribuir significados, integrar novos conhecimentos. Aprender.

Estúdio de literacias | novos ambientes de cocriação nas escolas

  • "Congregado num Estúdio de Literacias, a instalar nas escolas, dar-se-á corpo à criação de espaços onde os alunos poderão, com recurso à tecnologia, desenvolver projetos de trabalho variados, planificados por si e/ ou com os professores de forma a permitir o trabalho autónomo em torno das áreas de competência previstas no  Quadro Europeu de Competência Digital para Cidadãos e que se articula com o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória." 

 

2.º Os professores, enquanto especialistas da sua área de ensino, deverão ser sempre ouvidos e envolvidos nas decisões tomadas em cada escola.

 

Que recuperação de aprendizagens? | o papel dos professores no sucesso das aprendizagens dos alunos

  • "Algumas destas propostas podem ser o ponto de partida para ações a implementar em cada escola, mas não podem ser vistas como uma receita, isto é, têm de ser adequadas à realidade específica de cada escola e apropriadas, sentidas como suas, pelos professores. E são estes profissionais - os professores - que fazem a diferença na escola."

Recentrar o ensino e a aprendizagem | o papel do professor

  • "Os professores têm de recentrar a sua ação para que os alunos dominem quatro competências essenciais: ler, interpretar, escrever e comunicar."

 

Para concluir, o Biblio Tubers aconselha a (re)leitura dos 5 conselhos telegráficos para os professores:

1. O aluno só aprende fazendo. Desafie-o.

2. O trabalho colaborativo entre professores deve ser a regra. Colabore.

3. Avaliar para melhorar práticas e aprendizagens. Não complique.

4. O digital veio para ficar. Tire partido dele.

5. Os Recursos Educativos Abertos (REA) são de todos. Use-os.

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Twitter

Facebook

Analytics